Categories
Produção de Eventos

Como se tornar um produtor de eventos

Nesse artigo quero te apresentar os caminhos que você pode trilhar em como se tornar um produtor de eventos.

Sabemos que a carreira de um produtor de eventos pode ter vários inícios pois não há apenas uma única maneira de iniciar.

Se você já está envolvido no meio, deve ter notado isso, inclusive a sua pode ter se iniciado de alguma forma que não a que vou relatar aqui.

O que quero dizer com isso é que não há certo ou errado em como se tornar um produtor de eventos.

Um produtor de evento é aquele profissional responsável por todas as etapas de um evento, ou seja, ele organiza, planeja, orienta e organiza essas etapas.

Caso você tenha curiosidade sobre a profissão, escrevemos aqui no blog um artigo sobre o que faz e qual o perfil do profissional de eventos.

No conteúdo de hoje a ideia é te ajudar a entrar nessa carreira.

Vamos lá?

O que é ser um produtor de eventos?

Vou ressaltar novamente, não vou conceitualizar o que faz um produtor de eventos pois já temos esse conteúdo no blog.

O que é ser um produtor de evento está muito mais ligado às qualidades e capacidade em resolver desafios relacionados ao ecossistema de eventos.

Portanto, ser um produtor de eventos é ter disponibilidade, energia e ser detalhista para enfrentar os desafios que essa profissão oferece.

Além disso, capacidade de relacionamento e empatia é necessários, saber se relacionar e ser persuasivo para com a equipe, fornecedores e terceirizados é essencial

Ser bem relacionado com bons fornecedores para atender as necessidades daquilo que o cliente está buscando é essencial.

Desta forma, saber gerenciar esses relacionamentos é sem dúvida ser um produtor de eventos.

Imagine que você precise orquestrar para que toda decoração de um evento esteja alinhada.

De enfeites, a bolos à forminha dos doces, então esse é um dos tipos de desafios que você passará.

Existem outras dificuldades no caminho, mas gerenciar é uma das habilidades que você terá que aprender para ser um produtor de eventos.

Portanto ser produtor de evento é ter a capacidade de superar desafios, sejam ele de qualquer natureza.

Depois de uma rápida visão do que é ser um produtor de eventos vamos a como se tornar um produtor de eventos.

Curso de produtor de eventos

Para entrar no mercado de evento, você não precisa necessariamente fazer um faculdade ou cursos.

Como comentei anteriormente, esse artigo é para aquela pessoas que não estão inseridas no mercado, mas desejam trabalhar nele.

Para essas, existem dois caminhos em como se tornar um produtor de eventos.

As opções são fazer uma faculdade ou fazer cursos livres, de aperfeiçoamento, extensão ou formação.

Em todos os casos, não existe certo e errado em como se tornar um produtor de eventos.

Existe sim, a maneira como as pessoas se sentem mais preparadas, dito isso, vamos aos modelos existentes.

Curso técnico em eventos

O curso técnico em eventos é uma ótima porta de entrada neste universo, muitos profissionais começam jovens e essa é uma boa escolha para se enterar.

O curso dá uma visão do evento como um todo, portanto, um ótimo panorama para quem está entrando.

O profissional sai apto a trabalhar em empresas de eventos hotéis, restaurantes cruzeiro, enfim, uma boa gama.

O estudante sai com uma bagagem bem interessante em todo processo de evento como apoio a prospecção de clientes, na parte operacional e logística, administrativo e promoção.

Ideal para início de carreira.

Faculdade de eventos

Muitas pessoas que desejam trabalhar na área se perguntam qual faculdade devo fazer para trabalhar com eventos?

A faculdade de eventos é a escolha perfeita para quem já está decidido pela área.

Ele abrange todas as área de eventos e oferece ao estudante ou profissional uma visão ampla.

Portanto, a pessoa sai apta para atuar na gestão de evento: planejar, organizar, promover e gerenciar nos mais diversos setores.

Além disso, o estudante tem contato com planejamento de custos, muito exigido pelo mercado, mas que muitos profissionais não se atém a isso.

Todas as faculdades do Brasil são na modalidade tecnólogo, uma opção mais rápida e com foco no mercado que a licenciatura e bacharel.

Algumas das disciplinas que são encontrados nos cursos no Brasil:

  • Administração de Recursos Humanos
  • Assessoria de Comunicação
  • Captação de Recursos
  • Custos, Orçamento e Controle Financeiro para Eventos
  • Direito do Entretenimento
  • Elaboração de Projetos
  • Etiqueta, Cerimonial e Protocolo
  • Fundamentos de Marketing
  • Logística de Montagem e Decoração de Eventos
  • Mídia e Comunicação
  • Produção de Feiras e Exposições
  • Produção de Festas e Eventos Corporativos
  • Produção e Gestão de Eventos Culturais
  • Produção e Gestão de Eventos de Esporte e Lazer
  • Produção e Gestão de Eventos de Moda
  • Produção e Gestão de Eventos Musicais
  • Produção e Gestão de Eventos Técnico-Científicos
  • Produção para Cinema
  • Programação Visual e Peças Promocionais
  • Segurança em Eventos
  • Técnicas de Negociação
  • Técnicas de Oratória

Mas, óbvio que tem uma más, existem as bacharel em turismo que está no eixo de hotelaria e hospitalidade.

É importante lembrar que eventos são parte importantes dentro do turismo, não tem como desligar uma coisa da outra.

Há outras graduações que de alguma forma estão relacionadas a faculdade de eventos e que podem ser cursadas por quem quer atuar na área, são elas:

Qual faculdade devo fazer para trabalhar com eventos?

Muitos profissionais vêm de outras graduações, mas há algumas que se relacionam melhor com o dia a dia da gestão de eventos.

Claro que elas não preparam com a mesma qualidade, profundidade e foco que a faculdade de eventos, mas não podemos negar que a lista abaixo podem ser uma alternativa.

Produção Cênica

Assim como a faculdade de eventos, a graduação em produção cênica também é na modalidade tecnólogo.

Ela prepara o aluno para trabalhar na produção de teatros, espetáculos de artes, balé e outros relacionados com as artes cênicas.

Portanto, a vivência vinda da produção dá um boa visão de como fazer uma gestão de eventos e, sim o profissional estará preparado de alguma forma para atender a esse desafio.

Produção Cultural

Um pouco mais abrangente em termos de escopo de trabalho, o produtor cultural está atua junto a espetáculo, mostras, shows, festivais e programa de TV.

Por estudar todas as etapas da produção destes eventos de cunho mais cultural, tem plena capacidade de trabalhar com gestão de eventos.

Além disso, pode atuar junto à artistas, empresas e organizações com foco em cultura e com elaboração de políticas públicas.

Toda essa vivência com certeza lhe dará bagagem para atuar com produtor de eventos em outros segmentos.

Relações públicas

Ao contrário dos cursos anteriores descritos acima, o curso de Comunicação Social – Relações Públicas é uma graduação na modalidade bacharel.

Esse tipo de curso além de ter boas bases de conhecimento em cerimonial e protocolo.

Além disso, habilita o profissional nas relações entre os públicos, o que ajudará bastante em gestão de eventos, junte a isso planejamento estratégico e produção de palestras, recepções e outros

Mais pontos interessantes por se tratar de bacharel é a questão de ter uma profundidade maior da teorias de comunicação, dando uma boa base para posicionamento de marca em eventos.

Gastronomia

Um pouco mais distante do que os citados acima, mas nem por isso menos importante quanto a compreensão de uma gestão de eventos, temos o bacharel em gastronomia.

Para alguns, pode parecer um surpresa que este possui um relação com gestão de eventos.

Mas quem estuda sabe que o curso de Gastronomia vai muito além da cozinha, ele prepara o profissional a atual como administração de restaurantes e gestão de pessoas.

Secretariado

Resolvi deixar esse por último, justamente porque muitos profissionais devem estar se perguntando o que um curso como secretariado pode ter a ver com o gestão de eventos.

Pois saiba que uma das principais habilidade de um profissional dessa área é a organização, planejamento e pró-atividade.

Essas são algumas das habilidades chave de um bom produtor de eventos.

Outras habilidades que o curso se propõe são ensinar ao aluno a se comunicar no meio executivo e eventos.

Então ele sim, apesar de inicialmente parecer estranho, é uma ótima formação para atuar com produção de eventos.

Não poderia terminar essa parte das graduação sem trazer um dado interessante que  é a prova do que falei no início do tópico sobre graduação.

O portal vagas, famoso por ser um dos maiores em recolocação profissional apresenta alguns dados interessantes sobre as graduações cursadas por produtores de eventos.

Olhando as top cinco graduações cursadas, percebemos que tirando Turismo e Relações públicas, os outros cursos não se enquadram nas faculdades relacionadas acima.

Isso prova o que comentei no início desse texto, para atuar em produção de eventos não é necessário uma graduação.

Mas com certeza, ela facilita muito e ajuda na construção de um profissional mais qualificado no mercado de trabalho.

Pós-graduação em evento

A pós-graduação em eventos é uma boa alternativa para aqueles que fizeram uma graduação em outras áreas.

Muitos profissionais de produção de eventos vêm de cursos de publicidade, marketing, jornalismo.

Para esses e principalmente para aqueles profissionais que gostam de se especializar existem diversos cursos voltados para eventos.

É claro que o curso não se restringe a profissionais que vieram de outra área, afinal o profissional comprometido com sua carreira, tem tudo para evoluir fazendo um pós.

O crescimento profissional é sempre seguido de experiência mais teoria, óbvio que a parte prática conta muito, mas aliar ela a conhecimentos estratégicos podem fazer de você um profissional cobiçado no mercado.

Além disso, por ser um mercado competitivo, ter uma graduação pode fazer a diferença de conseguir aquele emprego na produtora do seu sonhos.

Por fim, uma pós ou especialização pode te garantir um conhecimento mais específico em uma área que você deseja em eventos.

Exemplos como pós-graduação em produção de eventos corporativos também conhecidos como eventos para empresas são focados.

E assim, eles garantem um maior mergulho no conhecimento da atividade que você quer seguir dentro do vasto campo produção de eventos.

Cursos Livres

Cursos livres, de formação, de férias ou extensão, estas são algumas das nomenclaturas que você encontrará no mercado.

Alguns são mais extensos, esses possivelmente lhe darão uma visão um pouco mais aprofundada que um cursos de extensão.

Porém, não chega a ser um curso técnico ou tecnólogo que são cursos com mais profundidade.

Já os cursos de extensão ou cursos de férias de eventos, são ofertados por faculdades e universidades e são uma escolha para entender um pouco do mercado.

Também serve para você entender se tem o perfil e buscar conhecimento se a profissão de produtor de eventos é realmente o que você quer para sua carreira.

Como comentei, eles apresentam os fundamentos essenciais para quem quer explorar as alternativas, mas não preparam por completo o profissional.

Ideal para aqueles que ainda não tem certeza se querem seguir em frente na carreira de evento ou em algum tipo específico.

Mercado de trabalho

Outro fator muito importante em como se tornar um produtor de eventos é a escolha da área de atuação.

Como comentado anteriormente, o mercado é amplo e possui diversos segmentações.

Há desde festas e shows, evento sociais como casamento, formatura, 15 anos e outros.

Além disso, o mercado de eventos corporativos vem crescendo muito no mercado, você pode trabalhar em uma empresa de eventos deste segmento.

Mas também, pode trabalhar em um empresa de outro segmento que também produz eventos.

Recentemente passei por uma empresa que é uma reconhecida nacionalmente como editora de livros e educação.

Eles investiam em eventos do segmentos, tanto eles produzindo evento como participando em estandes em feiras.

É um mercado que muitas empresas estão se atentando e dividindo sua verba de marketing nele.

Alguns outros exemplos nos quais o profissional de marketing podem atuar são em cruzeiros, eventos culturais e educacionais, restaurantes e empresas governamentais.

Quanto ao salário de um profissional de eventos, ele pode variar dependendo do tamanho da empresa.

Mas no geral como mostra abaixo o valor em média de um profissional de produção de eventos é de R$3.000,00.

Respostas resumidas para as dúvidas frequentes

Qual é o salário de um produtor de eventos?

salário produtor de evento

O salário de um produtor de eventos no Brasil pode variar entre R$2.059 à R$4.360,00 conforme a experiência do profissional. O salário médio é de R$3.000,00.

O que é ser um produtor de eventos?

Ser produtor de eventos requer muitas habilidades entre elas: ser pró-ativo, solucionador de problemas, focado, dedicado, gostar de se relacionar com pessoas e discrição.

Outras habilidades que o mercado pede são o conhecimento técnico das funções da gestão de eventos, pontualidade, agilidade e versatilidade.

O que é preciso para ser um organizador de eventos?

As habilidade descritas acima são fundamentais, mas experiência, bom senso e empatia também são pontos que contam para ser um organizador de eventos.

Qual faculdade devo fazer para trabalhar com eventos?

A faculdade de gestão de eventos é a principal para quem quer entrar na área, mas não é a única. Entre outras bem vistas no mercado: relações públicas, turismo, produção cênica e produção cultural também garantem uma boa bagagem para atuar com gestão de eventos.

Conclusão

Se você chegou até aqui deve ter percebido que há algumas maneiras de como se tornar um produtor de eventos.

Neste artigo apresentei as maneiras mais formais e acadêmicas de entrar no mercado, mas não exclui, de forma alguma, as possibilidades menos tradicionais.

Se você acha que este conteúdo te ajudou a entender um pouco mais de como ser um produtor de eventos ou conhece algum amigo ou parente interessado no tema.

Não deixe de compartilhar com ele pelo Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *